Lajeado 6 x 2 Leste - FLA: Espetáculo a lá Lajeado

Elenco do Lajeado comemora mais um troféu.
São Paulo, dia 19 de março de 2017, e sim mais uma vez no campo do rodeio, e sim mais um festival, enfim uma grande vitória... Pode parecer brincadeira, mas não é, jogamos o nosso terceiro jogo no parque do rodeio seguido, contra outro ótimo adversário Fla-leste, um time da casa que fez um enorme esforço para que não ficamos sem jogo, mas creio que eles não iriam pra casa tão satisfeitos de terem aceitado jogar conosco (nosso adversário faltou), porque ontem realmente foi nosso dia; alguns detalhes sobre o jogo, tivemos a volta do nosso capitão (Rodolfo monstro) afastado por compromissos familiares, o elenco foi por completo ao campo, isso faz toda a diferença, e por fim, não menos importante, marcamos gols de acordo com a nossa capacidade, quanto foi o jogo? Apenas 6X2, com gols de todos os atacantes... Então vamos ao jogo.

No primeiro tempo tenho que dar todo o mérito a três jogadores com toda certeza, Cicinho (não precisou fazer grandes defesas até então), mas foi crucial em todas as reposições de bola, tanto que duas vezes resultaram em gols, Celso (correu muito em todos os tempos e fez seu gol) e Wesley que recuperado de lesão marcou dois gols, realmente ele tem faro de gol, estrela e competência...

O primeiro tempo em si foi muito duro para o meio de campo, com o time adversário muito forte na parte técnica, precisávamos de uma atenção maior na marcação e criatividade no contra ataque, eles estavam jogando em casa, não só estavam dispostos, mas jogaram pra ganhar, nos fizeram correr e muito, tanto que os dois gols saíram no primeiro tempo, com um leve domínio do adversário, realmente quem viu o primeiro tempo não esperava um segundo tempo tão impressionante e diferente, é nesse momento que o futebol te surpreende e por mais experiência que você tenha, o futebol nunca lhe dará o luxo de adivinhar o futuro, jogo é jogo e cada tempo é uma surpresa, as vezes ruim, as vezes - como foi ontem - perfeita.

Celso - jogador mosntro na lateral.
Logo no início do segundo tempo realizamos algumas substituições, a famosa dupla de volantes Rodolfo e Ricardo (monstro e mini-monstro), entraram em campo para mostrar seu poder defensivo, mas os destaques do segundo tempo foram com certeza a zaga (Wellington e Igor) que juntos dos laterais Celso e Marcos fecharam tudo (infelizmente Matheus saiu no primeiro tempo com uma leve lesão, semana que vem estará OK) , realmente pra quem estava assistindo, cada corte da zaga era um elogio, nosso time está muito forte na parte defensiva e tenho que destacar talvez o lance crucial para o bom segundo tempo, a defesa do Cicinho logo no início do segundo tempo, arrancou aplausos até do adversário (infelizmente ele não está a venda) e aquele gol teria mudado com certeza a história do jogo, também devo destacar o ótimo jogo de Vitor e Danilo, que juntos fizeram também três gols (essa dupla é perigosa), igualando o placar ofensivo dos dois tempos, evidente que, tendo peças para repor e fazer substituições o time conseguiu se manter no objetivo de marcar forte e atacar com criatividade, o adversário cansou e aproveitamos, por pouco não tivemos mais gols, bola na trave nas cobranças de faltas, jogadas com o volante subindo e surpreendendo a defesa adversária - Ricardo, faltou o seu gol, mas aquele chapéu foi lindo - parabenizo também, não menos importante Geh e Marcel que não foram protagonistas, mas arrumaram o meio de campo, resultando num domínio total do segundo tempo, assim foi o jogo, que deixou nosso técnico com mais feliz e com dúvidas na próxima escalação.

Por fim, quero agradecer a participação dos diretores Everton e Anderson, que foram prestigiar esse lindo jogo (me disseram que foi a visita deles que deu sorte, talvez sim), mas no fim das contas não devemos esquecer que estamos indo contra uma maré difícil, era impressionante como estávamos chegando e o gol não saia, hoje tudo deu certo, não houve falhas, aconteceu que vimos um time focado, determinado é competente, semana que vem vamos voltar ao cenário mais competitivo, mais um campeonato, que temos a obrigação de ganhar, não há outro resultado possível, não há cálculos, não há escolha, simplesmente a vitória e vamos precisar dobrar essa vontade, força, qualidade, se entregar ao máximo em busca deste título que o clube tanto precisa e que tanto almejamos, mas no fim, um título que é possível, um título que merecemos, até a próxima galera "tamo junto, somos todos CAL".

Por Adenilson Reis

Postagens mais visitadas deste blog